Connect@ADP

Partnering with a more human resource

5 dicas para estimular a produtividade dos colaboradores

Publicado Por: ADP LATAM on 12 agosto 2019 in Tendência em RH

Para se diferenciarem dos concorrentes, as empresas podem investir em tecnologia, aquisições ou novos produtos, mas nada terá tanto impacto quanto o investimento nas pessoas que trabalham para a marca.

 

Segundo pesquisa da Social Market Foundation e da Universidade de Warwick, colaboradores felizes são cerca de 12% mais produtivos, podendo alcançar o máximo de 20%. Já a infelicidade pode gerar um efeito negativo com duração de até 24 meses.

 

Por isso, as empresas precisam investir em iniciativas que coloquem seus colaboradores em primeiro plano.

 

E nesse quesito, o RH tem papel fundamental.

 

Veja, a seguir, cinco dicas para estimular a motivação e o engajamento dos colaboradores:

 

  1. Ambiente agradável

 

Pesquisas feitas pelo psicólogo Craig Knight mostram que em empresas onde os funcionários escolhem como e onde trabalhar, a produtividade é 25% maior.

 

Por isso, vale inserir em ambientes abertos, com luz natural (capaz de melhorar o humor e espantar o sono), além de salas de convívio, como uma área com cafém pufes e jogos.

 

Optar pelas cores certas também é um bom recurso, considerando que:

 

  • Tons terrosos, como marrom, bege, cinza, areia e vermelho queimado garantem um estilo clássico e sério ao ambiente. 

 

  • Já as cores mais alegres, como roxo, amarelo e laranja, mostram um ambiente mais jovem e criativo. 

 

 

  1. Comunicação clara

 

A chamada “rádio-peão” é um recurso que os colaboradores utilizam para saber o que está acontecendo na empresa.

 

Como um telefone sem fio, a mensagem vai chegando a cada vez mais pessoas, e nem sempre está correta, o que pode gerar insegurança e desmotivação.

 

Para fugir dessa armadilha, que em nada contribui para a produtividade e o bem-estar de todos, o RH precisa estimular a empresa a comunicar todos as decisões que tenham impacto nos colaboradores.

 

E o mais rápido possível.

 

O departamento de Recursos Humanos também deve estar atento a como a mensagem chega ao público, com o cuidado de fazer com que ela seja compreendida integralmente.

 

 

  1. Plano de carreira

 

Por mais que os colaboradores gostem do que fazem e entreguem resultados, todos eles esperam ser promovidos em um dado momento.

 

Segundo a consultoria Kenoby, a falta de crescimento profissional é uma das principais causas de turnover nas empresas.

 

Para que esse não seja o motivo da perda de um talento, é preciso deixar claro ao colaborador, desde a entrada na empresa, como funcionam as progressões de cargos e salários.

 

E caso acha alguma mudança, é preciso comunicar a todos, e o mais rápido possível.

 

 

  1. Benefícios

 

Vale-transporte, vale-refeição ou vale-alimentação e plano médico são benefícios tradicionais oferecidos pelas empresas.

 

Mas para, de fato, motivar e engajar um colaborador é preciso ir além.

 

E nem sempre é necessário alto investimento para isso.

 

Vale apostar em parcerias com instituições de ensino, academias, restaurantes, além de oferecer espaços de descontração dentro da companhia.

 

Também pode ser um bom recurso investir em práticas como home-office, folga no dia do aniversário e horários alternativos de entrada e saída.

 

 

  1. Pensamento no futuro

 

A preocupação com o futuro é cada vez mais presente.

 

Por isso, além de oferecer remuneração compatível com o cargo e o salário, as empresas precisam investir em iniciativas que estimulem a saúde financeira.

 

Vale trazer especialista para conversar com os colaboradores ou criar programas de auxílio financeiro.

 

Um outro bom recurso é oferecer uma previdência privada, em que a empresa contribua com o mesmo valor investido pelo colaborador.

 

 

 

Para se diferenciarem dos concorrentes, as empresas podem investir em tecnologia, aquisições ou novos produtos, mas nada terá tanto impacto quanto o investimento nas pessoas que trabalham para a marca.

 

Segundo pesquisa da Social Market Foundation e da Universidade de Warwick, colaboradores felizes são cerca de 12% mais produtivos, podendo alcançar o máximo de 20%. Já a infelicidade pode gerar um efeito negativo com duração de até 24 meses.

 

Por isso, as empresas precisam investir em iniciativas que coloquem seus colaboradores em primeiro plano.

 

E nesse quesito, o RH tem papel fundamental.

 

Veja, a seguir, cinco dicas para estimular a motivação e o engajamento dos colaboradores:

 

  1. Ambiente agradável

 

Pesquisas feitas pelo psicólogo Craig Knight mostram que em empresas onde os funcionários escolhem como e onde trabalhar, a produtividade é 25% maior.

 

Por isso, vale inserir em ambientes abertos, com luz natural (capaz de melhorar o humor e espantar o sono), além de salas de convívio, como uma área com cafém pufes e jogos.

 

Optar pelas cores certas também é um bom recurso, considerando que:

 

  • Tons terrosos, como marrom, bege, cinza, areia e vermelho queimado garantem um estilo clássico e sério ao ambiente. 

 

  • Já as cores mais alegres, como roxo, amarelo e laranja, mostram um ambiente mais jovem e criativo. 

 

 

  1. Comunicação clara

 

A chamada “rádio-peão” é um recurso que os colaboradores utilizam para saber o que está acontecendo na empresa.

 

Como um telefone sem fio, a mensagem vai chegando a cada vez mais pessoas, e nem sempre está correta, o que pode gerar insegurança e desmotivação.

 

Para fugir dessa armadilha, que em nada contribui para a produtividade e o bem-estar de todos, o RH precisa estimular a empresa a comunicar todos as decisões que tenham impacto nos colaboradores.

 

E o mais rápido possível.

 

O departamento de Recursos Humanos também deve estar atento a como a mensagem chega ao público, com o cuidado de fazer com que ela seja compreendida integralmente.

 

 

  1. Plano de carreira

 

Por mais que os colaboradores gostem do que fazem e entreguem resultados, todos eles esperam ser promovidos em um dado momento.

 

Segundo a consultoria Kenoby, a falta de crescimento profissional é uma das principais causas de turnover nas empresas.

 

Para que esse não seja o motivo da perda de um talento, é preciso deixar claro ao colaborador, desde a entrada na empresa, como funcionam as progressões de cargos e salários.

 

E caso acha alguma mudança, é preciso comunicar a todos, e o mais rápido possível.

 

 

  1. Benefícios

 

Vale-transporte, vale-refeição ou vale-alimentação e plano médico são benefícios tradicionais oferecidos pelas empresas.

 

Mas para, de fato, motivar e engajar um colaborador é preciso ir além.

 

E nem sempre é necessário alto investimento para isso.

 

Vale apostar em parcerias com instituições de ensino, academias, restaurantes, além de oferecer espaços de descontração dentro da companhia.

 

Também pode ser um bom recurso investir em práticas como home-office, folga no dia do aniversário e horários alternativos de entrada e saída.

 

 

  1. Pensamento no futuro

 

A preocupação com o futuro é cada vez mais presente.

 

Por isso, além de oferecer remuneração compatível com o cargo e o salário, as empresas precisam investir em iniciativas que estimulem a saúde financeira.

 

Vale trazer especialista para conversar com os colaboradores ou criar programas de auxílio financeiro.

 

Um outro bom recurso é oferecer uma previdência privada, em que a empresa contribua com o mesmo valor investido pelo colaborador.

 

 

 

 

TAGS: benefícios Dicas empresa plano de carreira produtividade salário

Publique uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *