Connect@ADP

Partnering with a more human resource

4 processos de RH que podem ser terceirizados

Publicado Por: ADP LATAM on 11 dezembro 2018 in Conformidade Legal, Gestão do Capital Humano

Terceirização, segundo a Lei Trabalhista

Entre os mais de cem pontos alterados pela Reforma Trabalhista, está a criação de regras complementares para a lei de terceirização.

A partir de agora, as empresas podem contratar trabalhadores terceirizados para exercer qualquer função na companhia, até mesmo sua atividade-fim.

Cuidados ao terceirizar atividades

De maneira geral, a terceirização ocorre principalmente para os serviços que não são o core business das companhias e demandam contratações mais pontuais.

Mas é importante que o processo seja bem planejado e feito de maneira estratégica.

Cabe ao RH notar que existe uma atividade que pode ser executada por uma empresa parceira de forma mais eficiente.

Essa eficiência abrange termos de custos, qualidade e agilidade.

Saiba alguns serviços que podem ser terceirizados:

1. Folha de pagamento

Essa etapa consome boa parte do tempo da equipe de recursos humanos, além de ser passível de erros.

Ao buscar uma empresa especializada para fazer o serviço, além de mais segurança, a companhia pode:

  • Otimizar os pagamentos;
  • Diminuir o fluxo de trabalho;
  • Ter mais tempo para questões estratégicas, como a elaboração de avaliações de desempenho;

2. Administração de benefícios

Gerir o pacote de benefícios, como plano de saúde e odontológico, seguro de vida, vale-refeição e vale transporte, requer tempo.

E tempo não só na operação, mas também para entender e conhecer a legislação.

Com a terceirização, o tempo que seria dedicado à gestão dos benefícios pode ser usado de forma mais estratégica pelo RH.

Por exemplo, para implementar programas de qualidade de vida e bem-estar aos colaboradores, que impactam diretamente na produtividade.

3. Controle de ponto

Essa atividade demanda de muita atenção e de equipamentos específicos.

O recomendado é, ao adquirir o aparelho de registro, já fechar com a empresa parceira o controle do ponto.

4. Recrutamento e seleção

São várias as formas de recrutamento e seleção.

Pode ser o famoso networking, em que a empresa recorre a profissionais indicados pelos próprios funcionários ou por parceiros.

Pode ser a seleção de currículos pelo cadastramento no site da empresa.

Ou, ainda, a contratação pode ser feita com o auxílio de consultorias especializadas.

Terceirizar essa ação pode trazer como principal vantagem a assertividade na contratação.

Mas é importante que a área de recursos humanos sinalize as competências e perfis esperados para cada cargo.

 

TAGS: recrutamento reforma trabalhista Terceirização

Publique uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *