Connect@ADP

Partnering with a more human resource

Agile: quando não adotar

Publicado Por: ADP LATAM on 24 junho 2019 in Gestão do Capital Humano, Inovação e Tecnologia, Non classé, Tendência em RH

Muito se fala dos benefícios das metodologias ágeis, como incentivar a colaboração e aumentar o engajamento.

Mas, para utilizá-las, não basta apenas ter vontade.

É preciso, além do envolvimento de todos, ter o mindset ágil como base da cultura.

Sem isso, a companhia não vai usufruir das vantagens do método e pode, até, prejudicar a gestão.

Isso quer dizer que não adianta o RH apenas decidir adotar o Agile.

Todas as áreas da empresa, principalmente a alta direção, devem ter como propósito a valorização da experiência do cliente e o aprendizado contínuo.

Algumas perguntas podem ajudar nesse processo:

  • A empresa está aberta ao erro?
  • Há valorização pela autonomia e criatividade?
  • Os gestores incentivam a liberdade de comunicação?
  • Existe transparência entre as áreas?
  • Os líderes estão dispostos a aprender?

Sem esses pilares, adotar métodos ágeis pode não ser a solução ideal.

O motivo? Não dá para pensar em incorporar ferramentas apenas por estarem em alta no mundo da gestão.

É preciso, antes, ter pessoas que saibam trabalhar com o mindset que o processo exige.

 

Colaboração como pilar

A companhia precisa, ainda, conhecer a fundo quais problemas tem e se reestruturar, pelo menos, de três em três meses.

Se isso acontece só duas vezes ao ano, o Agile não é a solução ideal.

Caso a companhia ainda não esteja preparada, é necessário pensar em quatro pontos para começar:

  1. Teste e aprenda usando dados reais – como você conhece sua produtividade organizacional e como sua estrutura a afeta;
  2. Incentive todas as áreas a dialogar com os funcionários, mesmo se precisarem ter conversas mais difíceis;
  3. Treine os líderes a pensarem em desempenho e produtividade, não em horas de trabalho;
  4. Aposte no feedback constante.

 

TAGS: agile colaboração metodologias ágeis RH

Publique uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *