Connect@ADP

Partnering with a more human resource

Big Data para expansão a baixo custo: O que você precisa saber

Publicado Por: ADP Blog Brasil on 16 June 2016 in Inovação e Tecnologia, Novidades ADP

Compartilhe Share on LinkedInTweet about this on TwitterShare on Facebook

Quando se trata de expandir um negócio para novos locais, a primeira pergunta é sempre: onde? Para o Diretor de RH, na verdade, a pergunta pode ser: quem? Enquanto o resto do corpo diretivo estiver analisando locais de acordo com a base de clientes ou a regulamentação tributária, o RH trabalhará para encontrar os melhores talentos, no melhor local, pelo melhor preço. E para auxiliar a companhia nesta busca, ela pode contar com o big data e assim, expandir com menor custo.

Escolha um local com base na receita

A decisão sobre novos locais para expansão nunca é simples. Por exemplo, varejistas e franquias de alimentos precisam saber onde os possíveis clientes estão, mas também onde estarão nos próximos 10 a 25 anos para assim investir em novos locais. Já para o RH, a lógica utilizada vai muito além de descobrir onde estão os clientes.

Com o uso de big data a organização pode identificar os principais atributos dos locais existentes, além de mapear os motivos pelos quais outras empresas tiveram êxito, bem como locais com maior probabilidade de atrair clientes.

Quando a localização e os possíveis clientes forem identificados, como você encontra o talento para preencher as novas vagas? De acordo com o LinkedIn, recomenda-se começar com a análise de métricas, como índices de desemprego na região, para ter uma noção melhor de quantas pessoas podem responder a seu anúncio e que tipo de remuneração elas estão procurando.

Escolha um local com base nos talentos existentes

Se sua organização está escolhendo um novo local com base nos talentos disponíveis, você precisará decidir quais são os elementos vitais para o novo escritório da organização. A empresa Corporate Executive Board (CEB) sugere que os Diretores de RH analisem os novos locais baseado em dados demográficos de talentos quando buscarem respostas para perguntas como: Quais cidades possuem talentos com as habilidades certas? Quais são os padrões de contratação nas cidades de interesse? Quais universidades são ou podem ser fonte de talentos futuros? Como a empresa pode captar os talentos ideais pelo melhor preço? Onde os concorrentes, parceiros e fornecedores estão estabelecendo centros de treinamento de seus talentos?

Para facilitar a análise, estes determinantes precisam ser expressos em um valor numérico. Por exemplo, em vez de afirmar que um segmento importante é um “forte mercado de trabalho”, deve-se expressar o número de universidades e faculdades dentro do raio de 80 km do possível local.

Colete e analise os dados

A próxima etapa na utilização de big data para expansão a baixo custo envolve coletar os dados de cada fator em cada local. Quais são as alíquotas de impostos? Qual é o tempo médio de deslocamento? Quantos concorrentes estão localizados perto desses locais? Quantas universidades existem em um raio de 80 km? Quando se trata de remuneração e benefícios, o que é pertinente de acordo com as médias do mercado local?

É neste momento que padrões e correlações de dados se tornam evidentes, e podem então ser comparados com dados de referência, tanto para sistemas de informação geográfica (GIS), como para sistemas de gestão de capital humano (HCM), para que as equipes de RH consigam analisar os dados, comparando-os com as melhores práticas do setor. Use insights para descobrir novos locais que atendam aos critérios

Considerando os enormes investimentos exigidos para a expansão em outras localidades, as organizações devem tomar decisões com o máximo de informações possíveis. Ao correlacionar os dados existentes aos de referência, os Diretores de RH obtém insights que informam a melhor decisão de expansão possível para as organizações.

A expansão do negócio é algo excitante, porém caro. Contudo, se você maximizar big data, terá o melhor dos dois mundos: crescimento a baixo custo. Os dados sempre estiveram aí, mas até pouco tempo atrás era muito difícil reuni-los. Graças aos avanços na tecnologia de consolidação de dados, agora é possível impulsionar totalmente essas informações para ajudar a expansão de empresas de forma cada vez mais fácil e barata.

Escrito por: Marcelo Bento

(Visited 299 times, 1 visits today)
Compartilhe Share on LinkedInTweet about this on TwitterShare on Facebook

TAGS: Big data HCM

Publique uma resposta

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

Leandro Barbosa da Silva says

Excelente texto! Vai muito de encontro com o que venho estudando na Pós graduação de Big Data!

Defina suas preferências de cookies