Connect@ADP

Partnering with a more human resource

Como criar uma estratégia efetiva de talentos

Publicado Por: ADP LATAM on 22 Maio 2019 in Gestão do Capital Humano, Tendência em RH

Um levantamento feito pela Gartner aponta que 75% das empresas estão suscetíveis a enfrentar uma escassez da capacidade interna dentro de cinco anos.

Dessa forma, é crucial criar uma estratégia de talentos para se manter competitiva no mercado.

Como? Antes de tudo, o RH precisa ter em mente que a estratégia de talentos precisa contemplar três pilares:

  1. Perfil de pessoas que a empresa precisa;
  2. Modelo de compensação que vai remunerá-las;
  3. Relação de trabalho que será estabelecida.

 

Expectativa x realidade

O primeiro passo para concretizar a estratégia é entender que tipo de profissional a companhia busca e precisa.

Nesse sentido, é necessário levar em consideração cultura e propósito, área de atuação e principais desafios do negócio.

Com isso, fica mais fácil estruturar os processos de recrutamento e seleção.

Mas o RH não pode esquecer de cuidar e de treinar os profissionais que já estão na companhia.

Assim, é essencial contar com um mapeamento interno de todos os funcionários, com avaliações de desempenho frequentes.

É possível estruturar treinamentos específicos para suprir os gaps e preparar os talentos para crescer na empresa.

 

Banco de talentos

A estruturação de um plano de carreira que leve em conta as necessidades dos profissionais e os objetivos da empresa também é uma etapa essencial na gestão do capital humano.

Aposte na criação de um pipeline de talentos, com profissionais aptos a dar o segundo passo profissional.

O recomendado é ter perfis mapeados dentro e fora da empresa.

 

Competências do RH

Por fim, para que a estratégia seja efetiva, a área de recursos humanos deve compreender, de forma ampla, a estratégia da companhia e como todos os setores funcionam.

Manter conversas recorrentes com os demais líderes também é fundamental, assim como ter domínio de dados financeiros e das tendências externas.

Isso quer dizer: monitorar tudo o que está relacionado ao mundo do trabalho, o que inclui tecnologias que mudam processos e formas de trabalhar até novas expectativas dos profissionais.

 

TAGS: atração e retenção estratégia Talentos

Publique uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *