Connect@ADP

Partnering with a more human resource

Como usar o storytelling para engajar o time

Publicado Por: ADP Blog Brasil on 14 dezembro 2018 in Gestão do Capital Humano, Tendência em RH

Engajar os profissionais é parte importante do sucesso de uma empresa. Até aí nenhuma novidade. Funcionários comprometidos trabalham melhor e, consequentemente, trazem mais resultados.

Mas uma nova prática tem sido usada para isso: o storytelling.

Por que aplicar o storytelling na sua empresa?

Trata-se da arte de se apropriar de técnicas e linguagens narrativas para promover um produto, serviço ou empresa pela história. O conceito, oriundo do entretenimento, serve para marcar uma posição, transmitir uma mensagem e criar uma impressão duradoura. Levantamento feito pela Universidade Presbiteriana Mackenzie aponta que 5% das pessoas se lembram de dados apresentados em forma de gráficos e estatísticas.

Já quando uma história é contada, 63% do público é capaz de recordá-la. Um estudo de Harvard, comprova a eficiência da técnica. De acordo com a universidade, histórias ativam partes do cérebro que ajudam as pessoas a transformá-las em suas próprias ideias e experiências. Isso provoca emoções nos ouvintes e facilita a lembrança das informações com mais precisão.

Na prática

O storytelling pode ser usado com funcionários de qualquer idade para aumentar o engajamento. Por meio dele, é possível disseminar valores, apresentar um serviço, aplicar um treinamento ou fazer comunicados.

O RH pode, por exemplo, elaborar um programa para contar histórias sobre a criação da empresa. Assim, reforça os valores e missão do negócio e aumenta o senso de pertencimento. Ou, ainda, criar um personagem para fazer comunicados importantes.

RH e storytelling caminham juntos

A ideia é usar as histórias para gerar empatia entre os colaboradores, motivar, despertar a autoconfiança e o orgulho de fazer parte do time. Atividades mais lúdicas fazem com que as pessoas absorvam o conteúdo de maneira rápida e se sintam mais engajadas. Para isso, a empresa pode contratar uma companhia ou um profissional teatro que faça uma encenação sobre o que precisa ser passado. Porém alguns cuidados são importantes para que a prática traga os resultados esperados.

O primeiro passo é a realização de um briefing, que deve ser feito pelo RH e o gestor da área envolvida. O conteúdo de curto, médio e longo prazos, o perfil dos profissionais e o objetivo da ação devem fazer parte desse documento.

Mas, não se esqueça que a ação deve estar conectada com o propósito da organização e das pessoas que fazem parte dela.

TAGS: engajar colaboradores

Publique uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *