Connect@ADP

Partnering with a more human resource

Declaração do Imposto de Renda após o eSocial: o que muda?

Publicado Por: ADPLatAm on 13 abril 2017 in eSocial

Compartilhe Share on LinkedInTweet about this on TwitterShare on Facebook

Declaração do Imposto de Renda após o eSocial

O início do eSocial traz uma gama de novas obrigações às empresas, que antes não faziam parte de sua rotina. Além disso, a entrada do programa também reforça a necessidade do departamento de Recursos Humanos estar atento aos prazos, relatórios e informações que precisam, a partir de agora, ser organizados para que todas as exigências do governo sejam cumpridas.

Mas você sabia que os funcionários também exercem papel importante nessa caminhada?

Um empregado deve estar em dia com todos os documentos e informações que sejam de recebimento obrigatório ao RH. Por exemplo – quando uma pessoa perde horas trabalhadas para ir ao médico, ela deve entregar o atestado no prazo; da mesma forma, um gestor deve ficar atento às horas extras de sua equipe e informá-las corretamente.

Entre as dúvidas mais recorrentes está a declaração de Imposto de Renda. Ainda que, com o eSocial, ele não seja afetado em nada para a Pessoa Física declarante, as empresas precisarão enviar reports mais frequentes ao governo sobre o valor da contribuição retida de cada empregado.

Essa frequência passa a ser mensal, ao contrário do que acontecia antes, quando os reports das equipes de RH sobre Imposto de Renda eram anuais. A partir dessa mudança, o governo terá uma visão mais clara de tudo o que foi e também do que não foi declarado. Consecutivamente, o volume de informações coletadas será maior, a exemplo de dados da folha de pagamento de cada empregado, que agora também serão informadas à receita.

 

eSocial, sua empresa está preparada?

eSocial

 

Mas com o aumento do controle do governo que o eSocial impõe, também aparecem os primeiros sinais de alerta. Isso porque caso não sigam os novos prazos e nova rotina, as companhias podem sofrer penalidades e multas.

Portanto, para evitar essas penalidades e garantir que suas operações estejam em conformidade com as exigências da legislação, contar com um parceiro especializado, que acompanhe as principais tendências do mercado e se antecipe ao menor sinal de mudança é fundamental.

Se você ainda possui qualquer dúvida referente ao eSocial, confira vídeo do webinar realizado pela ADP, em parceria com a consultoria EY, que reuniu especialistas no assunto para esclarecer algumas perguntas de executivos de todo o país.

(Visited 205 times, 1 visits today)
Compartilhe Share on LinkedInTweet about this on TwitterShare on Facebook

TAGS: esocia imposto de renda

Publique uma resposta

Deixe uma resposta

Fill in your details below or click an icon to log in: