Connect@ADP

Partnering with a more human resource

RH e o uso (saudável) das redes sociais pelos funcionários

Publicado Por: ADP LATAM on 9 Maio 2019 in Inovação e Tecnologia, Tendência em RH

Em tempos de Instagram, Facebook e YouTube, os funcionários ganham ainda mais voz e podem ajudar – ou prejudicar, a companhia.

Isso porque uma publicação pode manchar a reputação do negócio.

Diante disso, é essencial que o RH elabore políticas estruturadas de monitoramento e conscientização do uso correto dessas mídias.

Ainda mais pelo Brasil ser um dos campeões mundiais em tempo de permanência nas redes sociais.

Segundo pesquisa do Hootsuite e da We Are Social, o país está em terceiro lugar, com uma média de nove horas e 14 minutos por dia conectado.

Assim, a recomendação é que a área de Recursos Humanos trabalhe em parceria com o setor de comunicação para estruturar ações que façam sentido para o estilo de gestão da empresa.

 

Veja, a seguir, algumas delas:

 

Conte com ferramentas de análise e monitoramento

Dessa forma, é possível mensurar tudo o que é falado sobre um tema por meio da busca de palavras-chaves relacionadas à marca.

Além disso, com o uso de ferramentas como Love Mondays, Glassdoor e pesquisas encomendadas, a empresa consegue medir sua reputação.

 

Elabore um manual de conduta

É importante que os funcionários saibam o que podem (ou não) falar sobre a companhia.

Estruture um manual que mostre a conduta adequada nesses meios e, principalmente, o que não deve ser postado.

Algumas fábricas, por exemplo, não permitem fotos no ambiente de produção.

 

Realize ações de conscientização

Disponibilize treinamentos sobre a importância das redes sociais para a reputação da empresa.

É interessante, também, mostrar o impacto de uma interação malfeita nesses meios.

 

Seja transparente na comunicação

Os funcionários devem sempre ser informados sobre o que acontece na companhia – desde mudanças, até resultados e planos.

Isso pode ser feito por meio de um canal corporativo na internet ou em grupos no WhatsApp.

O importante é mantê-los a par de tudo o que acontece na empresa.

 

Estimule o senso de pertencimento

Entre os aspectos mais importantes para que os funcionários sejam comunicadores positivos é o senso de pertencimento, o orgulho de estar na empresa.

Comunicação transparente, propósito claro e estímulo ao trabalho colaborativo são algumas formas de fomentá-lo.

 

O que a lei diz

 Expressar insatisfação em relação à empresa, como denegrir sua imagem, reclamar do salário ou do horário, e falar mal do chefe podem gerar demissão por justa causa.

Até atitudes que não têm relação com o negócio podem ocasionar desligamentos, como postagens preconceituosas relacionadas a gênero, raça ou orientação sexual.

 

TAGS: redes sociais reputação RH

Publique uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *