Connect@ADP

Partnering with a more human resource

Faltam 6 meses para o eSocial. Sua empresa já está preparada?

Publicado Por: ADP LATAM on 14 agosto 2017 in eSocial

“Se aliar a alguma empresa que já esteja preparada é a saída  para ficar em dia com o eSocial”

Depois de muitas idas e vindas e muitas mudanças no cronograma, agora não tem mais prazo.

O eSocial começa a vigorar oficialmente a partir de janeiro de 2018 para empresas com um faturamento superior a R$ 78 milhões.

Praticamente todas as empresas já estão em fases de testes e se adequando à nova forma de encaminhar os dados de seus funcionários para os órgãos do governo e elas fizeram o certo, ou seja, se prepararam.

Se esse não é o seu caso, o assunto passou da categoria importante para a de urgência máxima. Sua empresa esta preparada?

Afinal, a unificação da prestação das informações referentes à escrituração das obrigações fiscais, previdenciárias e trabalhistas não é um processo simples para pequenas empresas, imagine para as grandes corporações.

E agora? A dica agora é: corra! 

Se você não fez nada ou fez pouco até agora, a única saída é se aliar a algum fornecedor que já esteja preparado para atender esta demanda e tem todos os caminhos prontos e pavimentados para este processo.

É sempre bom lembrar que o projeto do Governo Federal deve unificar o envio dos dados sobre trabalhadores abrangendo:

  • Previdência Social;
  • Caixa Econômica Federal;
  • Receita Federal;
  • E Ministério do Trabalho e Emprego.

 Ambiente de testes. Sua empresa esta preparada?

O período de testes já foi liberado pelo governo para as empresas de tecnologia e deve estar aberto para todas as empresas de 01 de agosto até 31 de dezembro. O comunicado do governo sobre o período de testes informa que:

“em função da capacidade restrita do ambiente, sua utilização deverá ser efetuada de forma controlada, atendendo às orientações e aos limites descritos no manual técnico publicado no site do eSocial”.

https://portal.esocial.gov.br/institucional/documentacao-tecnica

A transmissão será por meio eletrônico, por meio do webservice eSocial, evitando papelada. Assim, não será preciso, por exemplo, tratar de múltiplos envios de informações ao INSS, ao Ministério do Trabalho, ou ao Fisco.

Por ser um projeto muito amplo, as empresas que já estão com seus processos prontos necessitaram envolver diversas áreas como: Recursos Humanos, Tecnologia, Contábil, Logística, Folha de Pagamento, Medicina do Trabalho e Financeiro.

Por isso, é importante que a própria direção da empresa entenda o impacto da mudança e incentive a criação de um grupo de trabalho que envolva os responsáveis de cada área.

Será necessário realizar treinamentos e revisar rotinas de trabalho, bem como a maneira como os dados circulam dentro da companhia.

Se sua empresa caminhou pouco até aqui rumo ao e-social aproveite o período de testes e organize sua rotina, evitando multas e penalidades.

Publique uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *