Connect@ADP

Partnering with a more human resource

Os impactos do GPDR para o RH

Publicado Por: ADP LATAM on 20 junho 2018 in Non classé

GDPR e seu impacto

O que é e qual o impacto pelo GDPR?

A ideia central do Regulamento Geral de Proteção de Dados (GDPR) é proteger a privacidade das pessoas.

Reorganizar a maneira como companhias lidam com dados e segurança da informação também faz parte.

Em vigor desde maio deste ano, o conjunto de leis da União Europeia afeta empresas de todos os portes que atuam na Europa ou que têm relação com a região.

Isso eleva a sua importância ao nível global.

Porém, são poucas as instituições preparadas para se adequar às medidas.

Uma pesquisa realizada pela SAS, com 340 executivos de pequenas, médias e grandes empresas, apontou que apenas 45% dessas organizações possuem um processo estruturado para cumprir o GDPR.

O papel do RH dentro do GDPR

Para que isso aconteça, a área de TI precisa estar inteirada com as questões técnicas e de adequação de infraestrutura.

Porém, é essencial que o RH também esteja envolvido no projeto.

Isso porque, a área é responsável por grande parte do processamento e do controle de dados pessoais das empresas.

Além da conscientização de todos sobre a importância da mudança, cabe ao RH identificar

Além disso, é importante saber por quanto tempo irá guardar esses dados e como protegê-los durante a permanência do funcionário na companhia.

Nos processos de recrutamento e seleção, por exemplo, é importante que o líder de TI reestruture as políticas e os acordos de confidencialidade.

É preciso contar, desde a primeira conversa, com termos de consentimento de uso de dados, que devem ser assinados pelos candidatos, e um processo transparente de como a empresa usará esses dados e quais serão mantidos em arquivo.

Além disso, as informações só poderão ser conservadas se estiverem atualizadas.

Assim, a área deve ter como procedimento a eliminação de currículos e documentação complementar (decorrente dos processos de recrutamento).

A Comissão Nacional de Proteção de Dados estabelece que os dados de candidatos estão desatualizados ao fim de um ano.

Para que o processo ocorra de maneira efetiva, é essencial um trabalho conjunto entre RH e TI.

 

Publique uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *