Connect@ADP

Partnering with a more human resource

O seu RH é tecnológico o bastante para suportar as novas regras trabalhistas?

Publicado Por: ADP LATAM on 11 agosto 2017 in Non classé

Por dentro do RH tecnológico

Agora que a Reforma Trabalhista foi aprovada pelo Senado Federal e sancionada pelo presidente da República, as novas regras deverão entrar em vigor em 4 meses.

Sua empresa está preparada para suportar essas mudanças e ainda ter uma eficiência operacional adequada a um departamento de RH tecnológico?

Nos últimos 20 anos a tecnologia invadiu a gestão das empresas e a cada dia surgem novas tendências e ferramentas que ajudam os executivos a gerirem seu negócio, seja ele de qual ramo for e o mercado absorve essa inovação e procura entendê-las e adaptá-las rapidamente.

Mas com o RH nem sempre foi assim

O RH sempre foi mais cauteloso com a adoção de novas tecnologias e muito mais ainda quanto ao outsourcing da gestão do capital humano.

Diferentemente da folha de pagamento que é quase um consenso entre as empresas como uma atividade que precisa ser terceirizada para que o departamento de RH seja produtivo, as outras atividades ligadas ao RH, sempre foram tímida em relação ao outsourcing.

Mas agora, ao adotar as novas regras da Reforma Trabalhista, as empresas só tem duas opções, ou terceirizar a gestão do capital humano ou inchar seu departamento de RH com tecnologia e pessoas para operarem essas novas ferramentas.

A era do RH estratégico

rh tecnológico

Se até hoje as regras trabalhistas já davam dor de cabeça suficiente para os RHs, imagine agora com um cenário que conta com:

  • Um maior parcelamento de férias;
  • Controle de trabalho em home-office;
  • Gestão de autônomos sem vínculo empregatício;
  • Intervalo de almoço reduzido;

A lei ainda traz novidades que devem aumentar a gestão por parte do RH  tecnológico nos seguintes aspectos:

  • A flexibilidade na jornada de trabalho, que impactará o controle diário e consequentemente o período de férias;
  • A permissão para trabalhos intermitentes;
  • O controle sobre graus de insalubridade para grávidas e lactantes;
  • Mudanças na forma de rescisão contatual  dos empregados;
  • Alterações quanto a regras de benefícios como auxílios, prêmios e abonos que deixam de integrar a remuneração;

Você já está pensando em como fazer com que seu departamento tenha a eficiência operacional necessária digna de um RH tecnológico e ainda sim cumpra todas as novas regras da legislação?

Fique atento!

Foto: Pixabay

Publique uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *