Connect@ADP

Partnering with a more human resource

Cloud traz agilidade e segurança nos processos de RH

Publicado Por: ADP LATAM on 7 Março 2018 in Inovação e Tecnologia, Tendência em RH

Armazenamento em nuvens está cada vez mais comum nas companhias. O uso da famosa cloud para guardar documentos, por exemplo, nada mais é do que o armazenamento dessas informações em uma máquina virtual – que pode estar fora ou dentro da companhia – permitindo assim o acesso sempre que necessário, de qualquer lugar.

Dentre as inúmeras vantagens deste tipo de serviço está a velocidade e a segurança – sim, nuvens são muito seguras! Porém, muitas companhias ainda têm medo de migrar seus dados e programas, mesmo com a segurança nos processos de RH que é garantida por esse novo formato de armazenamento.

Porém, para garantir a segurança desses processos é importante contar com fornecedores capacitados e que cumprirão com a regulamentação de privacidade de dados, além de se manterem fiéis às melhores práticas da computação em nuvem.

Segurança nos processos de RH

Processamento das folhas de pagamento, contratação, gestão de talentos e de processos internos de uma empresa estão ganhando um novo dinamismo com as soluções em nuvem.

Além de facilitar o acesso às informações de qualquer lugar, estas operações deixam de ter apenas funções administrativas.

Com a nova tecnologia, as empresas ganham agilidade para reagir de maneira imediata e efetiva quando for necessário.

Os sistemas em nuvem possibilitam que companhias de qualquer porte consigam se adequar à essa tecnologia, pois possuem custos mais baixos do que hardwares tradicionais, além de ter uma utilização mais simplificada e intuitiva.

Cloud na ADP

A ADP aderiu à nuvem privada em 2007 e, há dois anos, por necessidade de integrar os produtos à cloud e melhorar a performance das operações tanto no Brasil quanto na América Latina, a companhia agregou redes híbridas públicas.

“Alguns processos de automação começaram a ganhar volume e, por ser um conjunto grande de possibilidades de projetos, a demanda por mais servidores fez com que a ADP buscasse nuvens públicas em datacenters híbridos”.

Dessa maneira, a companhia consegue provisionar novos modelos de servidores de maneira mais rápida”, explicou Jarbas Cruz, diretor de operações de TI da companhia.

Com isto, à medida que as soluções da ADP passaram a ganhar volume, foi necessário ter mais flexibilidade e, por isso, toda a camada de apresentação também ficou definida dentro da cloud.

“Quando algum projeto precisa crescer, com as nuvens híbridas conseguimos ganhar escala mais rapidamente e, com isso, os clientes têm respostas mais rápidas. Todo mundo sai ganhando nesta equação”, concluiu Jarbas.

TAGS: Cloud Nuvem processos de rh segurança

Publique uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *