Connect@ADP

Partnering with a more human resource

Tendências para o futuro são destaques no Summit da ADP

Publicado Por: ADPLatAm on 17 November 2016 in Gestão do Capital Humano, Non classé

Compartilhe Share on LinkedInTweet about this on TwitterShare on Facebook

Encontro promovido pela ADP Brasil abordou os desafios encontrados pelos profissionais de RH diante da nova realidade presente nos ambientes corporativos.

As relações profissionais dentro das empresas estão mudando. A tecnologia está cada vez mais presente nas ferramentas de trabalho e no cotidiano das pessoas.  Uma nova geração de jovens conectados, que valoriza princípios como autonomia e liberdade, faz surgir um novo perfil de colaborador, influenciando o ambiente corporativo e batendo de frente com uma geração acostumada com hierarquia e estabilidade.

Mas será que as empresas estão preparadas para esta nova realidade? Como o profissional de RH deve lidar com os conflitos de gerações e se adaptar às mudanças que vem alterando a dinâmica de gestão de pessoas no ambiente profissional?

Estas e outras questões foram destaques no Summit The Future Of Work – 2016, encontro promovido pela ADP Brasil, no dia 9 de novembro, e transmitido ao vivo para 39 mil pessoas, através da página oficial da empresa no Facebook.

mariane-guerra-summit

Mariane Guerra, VP de RH da ADP

Dividido em três blocos temáticos, especialistas estiveram presentes em um estúdio de São Paulo para discutir as novas tendências do ambiente profissional com base em indicadores levantados pela pesquisa The Future of Work, realizada pela ADP Research Institute.

Mediados pelo jornalista Gilberto Dimenstein, os convidados Antonio Salvador (VP de Recursos Humanos do Grupo Pão de Açúcar); Silvia Bassi (Diretora Executiva e Publisher da IDGNow); Luciana Calleti (CEO – Love Mondays Brasil); Oliver Kamamura (Sócio de People Advisory Service – Ernest & Young);  Deborah Abi-Saber (Diretora de Recursos Humanos da Red Bull) e Mariane Guerra (VP de Recursos Humanos da ADP) formaram o time de profissionais renomados que participaram do bate-papo.

gilberto-dimenstein-summit

Gilberto Dimenstein (Catraca Livre).

Na primeira parte do evento, foram apresentados alguns dados que ilustram a perspectiva desta nova geração do milênio sobre o ambiente profissional adequado, no qual a palavra de ordem é autonomia. Segundo a pesquisa, 80% dos novos trabalhadores preferem autogestão, horário de trabalho flexível e baixa hierarquia.

“O acesso à internet e às novas ferramentas permitem que as pessoas planejem seus horários porque estão conectadas o tempo todo. Cabe às empresas estabelecerem um modelo de trabalho que funcione e entenderem qual a rotina de cada profissional. Muitas vezes, trabalhando no conforto de casa, esse profissional pode ser altamente produtivo.”, pontuou Silvia Bassi, do IdgNow.

Se os desafios mudam de acordo com o perfil da empresa, o mesmo não pode se dizer dos anseios deste jovem profissional: buscar um propósito no que se faz é quase unanimidade para essa nova geração. De acordo com o levantamento da pesquisa, 1/3 dos latino-americanos já escolheram trabalhar em áreas de interesse pessoal.

“Não vemos mais o discurso sobre o equilíbrio entre a vida pessoal e profissional, como se fossem duas coisas separadas. Essa nova geração quer ser ela mesma o tempo todo e trazer sua personalidade ao trabalho.”, comentou Luciana Calleti, CEO da Love Mondays, durante o encontro.

convidados-summit

Convidados durante o debate

No segundo bloco, o destaque ficou por conta de como o People Analytics pode ajudar na produtividade e facilitar o trabalho do gestor de RH. Por meio de coleta e análise de dados, é possível ter acesso a indicadores sobre os funcionários que podem servir como base na tomada de decisões.

Este é o caso da Red Bull, que já faz uso da ferramenta para implementar ações de melhoria, como fortalecer a comunicação interna entre gestores e colaboradores. “Antigamente, o RH sofria com informações subjetivas. Hoje, pela gama de informações que a gente tem, a ferramenta nos ajuda a focar no que é importante, gerando dados inteligentes e nos deixando atualizados sobre o que acontece dentro da empresa.”, explicou a diretora de RH da companhia , Deborah Abi-Saber.

mesa-de-convidados-summit

O terceiro e último bloco do evento abordou as mudanças de conceitos dentro da área de Recursos Humanos e o novo papel do profissional de RH, que vem cada vez menos cumprindo uma função administrativa para tornar-se parte estratégica dos negócios.

Ser um líder alinhado com as tendências do mercado, que utiliza as ferramentas tecnológicas ao seu favor e, principalmente, é sensível às necessidades e expectativas desta nova geração de colaboradores, foram alguns aspectos considerados essenciais pelos participantes para que os gestores de RH consigam adaptar-se a um mundo corporativo em transição.

Um desafio que exigirá empatia, resiliência e aprendizagem contínua para superar as incertezas desta nova cultura corporativa que veio para ficar, como concluíram as lideranças presentes no encontro.

Para saber mais sobre os temas discutidos no Summit e conhecer outras opiniões do nosso time de convidados, acompanhe as novidades em nosso blog e através da página oficial da ADP Brasil no Facebook. Em breve, mais informações sobre tudo o que aconteceu neste encontro enriquecedor. Fique ligado!

(Visited 281 times, 1 visits today)
Compartilhe Share on LinkedInTweet about this on TwitterShare on Facebook

TAGS: FOW

Publique uma resposta

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

Defina suas preferências de cookies