Connect@ADP

Partnering with a more human resource

Os talentos de hoje também exigem novas formas de recrutar

Publicado Por: ADPLatAm on 6 January 2017 in Gestão do Capital Humano, Non classé

Compartilhe Share on LinkedInTweet about this on TwitterShare on Facebook

Com a competição por talentos cada vez mais acirrada, os líderes de RH buscam diariamente por novas ferramentas para atrair, reter e engajar esses valiosos bens nas organizações. Estar à frente das tendências de recrutamento faz com que as empresas saiam na frente e conquistem os melhores para compor sua força de trabalho.

Integrar as mídias sociais nas soluções de recrutamento está se tornando cada vez mais essencial. De acordo com uma pesquisa realizada pela ADP, 4 em cada 5 empregadores assumem que as mídias sociais possuem um impacto “de moderado a grande” no branding para recrutamento, e quase metade deles sentem que as mídias sociais ajudam a criar estratégias bem-sucedidas com um orçamento reduzido.

Novas ferramentas como aplicativos de RH, recrutamento por mídias sociais e uma infinidade de aplicações de gestão de trabalho e tempo, possibilitam impulsionar a adoção e o engajamento dos profissionais.

Como a internet pode ajudar na gestão de talentos

talentos

Foto: MIT News

Você talvez tenha visto que o Facebook atingiu a marca de um bilhão de usuários ativos em um único dia. Já o Linkedin, rede social exclusiva para networking, possui 25 milhões de perfis cadastrados no Brasil, o que corresponde a 12% da população do país.

Com tantas pessoas concentradas em um mesmo local, não é de se surpreender que essas plataformas tenham se tornado essenciais na busca por empregos, principalmente para os Millennials. Com 60% dos jovens pretendendo mudar de emprego nos próximos três anos, utilizar as mídias sociais para alcançar esse público é essencial. Através delas, é possível se conectar com os candidatos e colaboradores, compartilhar notícias sobre a empresa ou o mercado e obter informações sobre o histórico e interesses profissionais de cada um.

Com uma extensa gama de perfis profissionais nessas plataformas, os empregadores podem otimizar suas mensagens para construir pipelines de talentos e fornecer informações direcionadas para cada perfil buscado. Utilizando as tecnologias, os recrutadores podem nutrir conversas com funcionários e candidatos para criar, manter e gerenciar os relacionamentos.

Recrutamento além das mídias sociais

talentos-midias-sociais

Foto: Stefanini

Com a concorrência pelos melhores talentos alcançando a escala global, os RHs têm se desdobrado para encontrar novas maneiras para selecionar e reter talentos. Para superar as barreiras físicas, as empresas utilizam também outras formas para se conectar com os candidatos, por exemplo:

• Recrutamento via Skype: com soluções de comunicação de vídeo em tempo real, o interessado na vaga não precisa se deslocar para participar dos processos de seleção. Dessa maneira, é possível entrevistar um candidato de qualquer local do mundo com uma conversa “cara a cara” através de computadores. O contato visual entre o candidato e o empregador é sempre importante para avaliar a comunicação não-verbal e facilita a interação entre as duas partes.

• Viagens de recrutamento: muitas empresas não medem esforços para buscar os talentos desejados. Principalmente quando o mercado local de recursos humanos já está escasso, a empresa pode fazer viagens de recrutamento para explorar o potencial de outras cidades ou países, buscando os melhores perfis para as vagas da empresa. Muitas multinacionais utilizam desse recurso no momento de expansão, ou então para atrair profissionais de ponta para suas empresas.

Tecnologia como suporte ao recrutamento e seleção

talentos-tecnologia

Para melhor organizar e analisar os inúmeros dados coletados no processo de recrutamento, a tecnologia vem como aliada para facilitar e agilizar o trabalho. Na guerra por talentos, quanto mais informação você tiver sobre o candidato, e mais assertiva forem suas ações, melhor será para o empregador.
Já existem soluções capazes de ajudar o RH em diversos passos, como:

• Banco de currículos, incluindo a publicação de vagas.

• Textos de e-mail de agradecimento, publicação de vagas e solicitação de atualização de currículo.

• Campos do currículo e respectiva obrigatoriedade de preenchimento pelo candidato, conforme a política adotada pela empresa. Por exemplo: informações pessoais, histórico educacional, experiências, conhecimentos específicos, habilidades, atitudes dos profissionais e outras informações específicas da sua empresa.

• Gestão de Banco de Talentos, com os currículos capturados pela Internet ou inseridos manualmente, para consulta e manutenção dos dados.

• Recrutamento de candidatos internos e externos, inclusive de ex empregados, conforme definição do critério para a posição em aberto.

Unir soluções que facilitam o processo de recrutamento com as últimas armas de atração permite que as empresas tenham chance em alcançar os melhores talentos. Um processo mais assertivo reduz custos e otimiza o tempo do RH, permitindo que os profissionais passem mais tempo gerindo os talentos conquistados do que lutando na guerra por encontrá-los.

Foto em destaque: Paróquia Rainha dos Apóstolos

Texto por Ricardo Tozetti

(Visited 175 times, 1 visits today)
Compartilhe Share on LinkedInTweet about this on TwitterShare on Facebook

TAGS: Gestão de Talentos

Publique uma resposta

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

Defina suas preferências de cookies