Connect@ADP

Partnering with a more human resource

Terceirização como resposta às transformações do negócio

Publicado Por: ADPLatAm on 20 dezembro 2016 in Gestão do Capital Humano, Non classé

Compartilhe Share on LinkedInTweet about this on TwitterShare on Facebook

Apesar de muitas organizações verem a terceirização de um serviço como um possível problema, essa não precisa ser a realidade. Para acompanhar as transformações do negócio, o apoio de outras pessoas para ajudar com uma responsabilidade pode ser a melhor, ou até mesmo a única forma de lidar com o crescimento.

Conforme uma organização cresce, é importante que os tomadores de decisão foquem suas energias em manter as funções básicas da organização para que o desenvolvimento ocorra de forma estruturada. As equipes internas de líderes, gerentes e funcionários experientes devem se manter nas suas tarefas prioritárias e delegar outras menos estratégicas para serem desempenhadas com eficácia por profissionais ou empresas externas.

Obviamente, a decisão e a transição de terceirizar um serviço devem ser administradas com cuidado. Abaixo estão algumas dicas para ajudar a direcionar sua estratégia:

1. Procure um parceiro que cresça com você

terceirização_parceiro

Lembre-se que um parceiro precisa ser capaz de administrar a carga de trabalho não apenas agora, mas também nos anos seguintes. Quando se trata de Gestão de Capital Humano, várias questões devem ser levadas em conta. Por exemplo, sua mão de obra é sindicalizada? Isso significa que pacotes com benefícios distintos precisam ser administrados. Portanto, você precisa de alguém com capacidade de administrar diversos planos continuamente. Os locais têm as mesmas escalas de pagamento ou essas escalas diferem? Se você estiver localizado em diversos estados ou países (ou se pretende expandir), este terceirizado garante o cumprimento das diferentes legislações?

2. Escolha um parceiro que compartilhe a sua visão

terceirização_visao

Encontrar um terceirizado que respeite seus padrões, compreenda o que você está procurando agora e o que você vislumbra para o futuro é essencial para que a parceria funcione bem. Se, por exemplo, você estiver terceirizando tarefas operacionais, deve garantir que seu novo parceiro compreenda e respeite as normas e a cultura interna de sua organização. Se seu terceirizado estiver em um país diferente, você pode solicitar que eles trabalhem de acordo com um padrão mais elevado do que a legislação local exige. Ser claro com seu novo parceiro sobre suas expectativas é fundamental.

3. Preveja e administre os riscos da terceirização

terceirização_riscos

Assim como em qualquer decisão de negócios, há riscos associados à terceirização que os líderes precisam prever e administrar. Consequências como o rompimento da cadeia de suprimentos, uma queda no ânimo da empresa resultante do medo de perder o emprego e a falta de compreensão das leis trabalhistas na área em que você terceirizou são algumas delas.

Por isso, as organizações precisam fazer suas pesquisas e considerar as recomendações para decidir por qual parceiro irão seguir adiante, mas não devem parar por aí. É preciso também garantir o alinhamento entre os novos parceiros e a cultura corporativa e prever como a terceirização afetará as funções do dia a dia e os funcionários que elas já têm.

4. Reduzir custos será uma consequência das mudanças

terceirização_custos

Gerenciar mudanças é algo assustador à primeira vista, mas lembre-se do conceito das funções básicas do terceirizado que é, independentemente do que você delegar a eles, eles devem ter o know-how e a tecnologia para desempenhar a tarefa de forma mais eficaz possível. Tomar a decisão estratégica de terceirizar suas funções secundárias permitirá que sua organização se concentre de fato em seu core business.

Delegar tarefas por si só já traria um aumento de produtividade e uma melhor qualidade de entrega, já que a companhia trabalharia mais focada. Mas além destes benefícios, contar com um terceirizado é não precisar mais de equipamentos para desenvolver determinadas tarefas, o know-how e a mão de obra especializada virão deste novo parceiro e, em via de regra, as atividades serão realizadas nas instalações da contratada. E isso tudo é otimização e redução dos custos para a sua empresa.

Por Rodrigo Belluco

(Visited 97 times, 1 visits today)
Compartilhe Share on LinkedInTweet about this on TwitterShare on Facebook

TAGS: HR outsourcing Terceirização

Publique uma resposta

Deixe uma resposta

Fill in your details below or click an icon to log in:

Sueli says

Bacana.